quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Curso Organização e controle de estoque

organização do estoque evita acúmulo ou falta de produtos, além de ajudar a controlar as finanças e o espaço físico da empresa.

Contudo, grande parte das pequenas empresas não realiza um controle eficaz dos insumos, apresentando, via de regra, "furos" de estoque (as quantidades físicas não "batem" com o registro em fichas ou sistema).

Uma das consequências da falta de controle está no fato de não ser possível checar se o consumo efetivo dos materiais está de acordo com a sua real necessidade. Com efeito, não conhecer o consumo médio dos materiais dificulta a compra que vise diminuir a necessidade de capital de giro da empresa.




segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Liderança Corporativa

"Antes de liderar alguém, lidere você mesmo" - Dr. John Maxwell.

O treinamento de Liderança Corporativa desenvolve líderes que buscam excelência, o aperfeiçoamento próprio e de sua equipe, a fim de alcançar melhores resultados e superação de metas, por meio de um plano de ação estruturado.

Para que se possa ter uma liderança de alta performance, é preciso que a ação esteja integrada como vários estilos de liderança. Ser capaz de agir como um articulador das diversas redes, compreender e mapear esse contexto em que se configuram é uma das principais atribuições de um grande líder.

Para liderar é preciso conquistar o respeito e cultivar um relacionamento saudável com os colaboradores. Além disso, a inspiração, criatividade e motivação devem ser colocadas como bases da convivência em um ambiente corporativo.


Análise estratégica de custos

Sabemos que manter a competitividade de uma empresa sempre em alta é um dos grandes desafios enfrentado por todas as empresas mas vale ressaltar que geralmente as tradicionais soluções de curto prazo desenvolvidas pelas empresas nem sempre têm clareza e detalhamento da melhor direção a ser seguida, pois a vantagem competitiva geralmente está intimamente ligada à estruturação da cadeia de valores da empresa.

Uma ferramenta útil para sustentar a competitividade é a gestão estratégica de custos. Ela tenta compreender onde a empresa estará amanhã diante de todas as variáveis que envolvem o ambiente empresarial.Tendo assim uma visão diferente se compararmos a estratégias puramente simples que geralmente refere-se aos planos da alta administração para alcançar os objetivos almejados pela empresa.


quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Oficina gratuita - Programa Springboard de Desenvolvimento de Liderança Feminina

O Programa Springboard de Desenvolvimento de Liderança Feminina foi criado na Inglaterra, validado e premiado Internacionalmente. É uma capacitação vivencial e comportamental que visa desenvolver nas mulheres as habilidades de liderança, buscando elevar à sua participação aos diversos níveis de decisão do mundo corporativo, nas mais variadas entidades e na sociedade em geral. Através dos temas e práticas abordados, as participantes são incentivadas e desafiadas a buscar uma participação mais equitativa em todos os aspectos da vida. Para entender um pouco mais desse Programa Internacional, participe da Oficina no dia 15 de Agosto na Acisbs. Investimento: 1 kg de alimento não perecível.


Treinamento Fiscal para vendedores e compradores

O objetivo do curso é proporcionar aos participantes uma visão geral dos aspectos fiscais e tributários relacionados as áreas de compras e de vendas além de facilitar o entendimento dos cálculos envolvendo os tributos e demonstrar de que forma eles afetam os custos e as vendas das empresas e consequentemente seus resultados.
É destinado para profissionais que atuam na Área de Vendas, Faturamento, Financeiro, Compras, Almoxarifado e demais interessados no assunto.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

RHThink Talks - São Bento do Sul

Sobre o evento

O RHThink é um blog criado em Joinville focado em insights e opiniões sobre gestão de pessoas, comportamento e liderança.
Neste evento vamos reunir os principais âncoras do blog para debater sobre os assuntos mais comentados/acessados ao longo dos últimos meses.

Público Alvo

Lideres e Profissionais de Recursos Humanos em geral

Agenda

18:30 – Credenciamento e Welcome Coffee
19:00 – Inico das Palestras
21:00 - Debate
21:30 - Previsão de Término

Palestras

SALÁRIO EMOCIONAL  -  Pedro Luiz Pereira
Profissional especialista em Gestão de Pessoas, com atuação em empresas como MCI, DATASUL, POLLUX e ACIJ (Associação Empresarial de Joinville) como Diretor Executivo. Atualmente é Diretor da EURHO Consulting
PESSOAS CERTAS NOS LUGARES CERTOS - Fabricio Albrecht
Consultor, Coach e Educador, atua com Mapeamento de Perfis Comportamentais, Desenvolvimento de Líderes e Estratégia de Negócios na Albcon Consultoria, empresa da qual é sócio fundador. Como professor, atua nos programas de Pós-Graduação das principais instituições do Sul do Brasil. É Mestre em Administração Estratégica pela PUC-PR, Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Master Analista Comportamental pela Coachecom.
INOVAÇÃO E PESSOAS - David Escobar
Advogado com experiência na área Jurídica Empresarial, com dedicação especial em gestão de Propriedade Intelectual. Atuou como coordenador Jurídico na Tigre S.A. onde desenvolveu projetos de gestão jurídica, Governança Corporativa, M&A, Propriedade Intelectual, além de ter formado uma ampla rede de profissionais no continente americano. Atualmente é empreendedor na empresa 4C Innovation e na Startup PMEx, ambas voltadas para o desenvolvimento de novos produtos com foco no atendimento das necessidades do mercado. Realizou operações Fusão e Aquisição em países como Equador, Peru e Estados Unidos. Vasta experiência em operações e negociação de contratos envolvendo royalties e transferência de tecnologia. É Graduado em Direito pela UNIVILLE e com pós-graduação em Direito Empresarial pela FGV e em Gestão de Negócios Internacionais pelo INPG. Realizou cursos na ABAPI e na Universidad Austral (AR), além de estudos sobre Governança Corporativa no IBGC.
PRODUTIVIDADE E AS PESSOAS - Célio Valcanaia
Consultor, professor e palestrante dedicado a gestão de empresas e produtividade. É doutorando em Business Administration pela Universidade de Phoenix (USA), mestrado pela FURB, MBA pela Fundação Dom Cabral (MG), pós-graduação pela FASP (SP), graduação pela UNISUL. Nos últimos 11 anos foi CEO da SGP Solução de Gestão de Pessoas Ltda, empresa especializada em desenvolvimento de soluções de gestão de pessoas, operando como franquia de desenvolvimento para Datasul/TOTVS.
VALOR ESPECIAL PARA ASSOCIADO E DIRETAMENTE NA ACISBS

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

O bom Líder pega na mão ou no pé da sua equipe? - Por Rogério Chér

Não se lidera pegando somente na mão, ou somente no pé. O Líder que engaja e inspira pega na mão e no pé. Como?


O “pegar na mão” lembra o exercício de Liderar como Coach, com ótima escuta e capacidade para fazer boas perguntas ao liderado. Conectá-lo com outras pessoas – de dentro ou de fora da organização – que ajudarão sua equipe com informações e relacionamentos decisivos para soluções relevantes. Pegar na mão, portanto, é ter uma Liderança colaborativa, com proximidade com o time para remover os obstáculos que travam e comprometem o trabalho. É facilitador, atento para não deixar as coisas emperrarem, trazer dinamismo e garantir que as realizações aconteçam.
Mas o bom Líder também “pega no pé”. Aliás, estimula que todo mundo pegue no pé de todo mundo, fortalecendo uma sólida cultura de responsabilidade, comprometimento e prestação de contas, sem que nunca se perca o absoluto respeito entre as pessoas. Uma coisa é fato: um time em alta performance joga falando, fala jogando, onde todos se cobram com feedbacks constantes.
Na minha experiência, não tenho dúvida: a melhor combinação para o Líder é reunir ambas atitudes. Assim, pegue na mão e no pé da sua equipe!
Atenção com a geração mais jovem
Pense de modo especial em como a geração mais jovem se envolve hoje com o trabalho. Para eles, a vida segue a lógica do instantâneo, simplificado, útil, móvel e “gamificado“, ou seja, tarefas vivenciadas em etapas, com aprendizado, recompensa e feedback a cada desafio vencido.
O desejo desta turma não é “vestir a camisa” da empresa e se apaixonar por planejamentos e metas. Para eles, são mais importantes o alinhamento com um Propósito e a admiração pela reputação da Organização e de seus Líderes. As experiências precisam ter sentido e um “porquê” relevante.
Tão importante quanto olhar para o futuro será curtir o caminho até lá. Eles não esperam que depois de décadas de trabalho árduo possam finalmente encontrar a felicidade. Eles desejam vivê-la já, ao longo da jornada. São naturalmente mais abertos à experimentação e à inovação. Não se intimidam com hierarquias e querem navegar livremente pela empresa para estar com os caras mais talentosos, em todas as áreas.
Querem autonomia para descobrir as coisas sozinhos e mudam de direção sem apegos. Frases do tipo “sempre fizemos assim” ou “isso nunca foi feito antes por aqui” não inibem sua atitude empreendedora.
Enfim, para eles o tempo passa depressa e, por isso, precisam sentir que fazem a diferença.
Desse modo, trabalhar para um Líder capaz de orientar e reconhecer a equipe, no mesmo instante em que mantem as pessoas desafiadas e com alto nível de exigência, trará como resultado uma equipe engajada, inspirada, fazendo o que é certo e em evolução contínua.
LEMBRE-SE: CONSCIÊNCIA TRANSFORMA A REALIDADE.
ROGÉRIO CHÉR, é sócio da Empreender Vida e Carreira, autor do best-seller Empreendedorismo na Veia – um aprendizado constante e do livro Engajamento – melhores práticas de Liderança, Cultura Organizacional e Felicidade no Trabalho.